Fórum de Educação Física mira Escola e Políticas Públicas
Por Ricardo Melani

Dia 22 de outubro, na Câmara Municipal de São Paulo, aconteceu o encerramento do I Fórum Paulista de Sustentabilidade da Educação Física
e do Esporte na Escola, evento idealizado pelo Conselho Regional de Educação Física do Estado de São Paulo e apoiado pela Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo e pela Secretaria Municipal de Esportes. O fórum foi realizado em doze municípios do Estado de São Paulo - Franca, campinas, Rio Claro, Guarujá, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Santos, Catanduva, Suzano, Presidente Prudente, Sorocaba e na capital.

O evento, cujo encerramento contou com a presença de inúmeras
personalidades e autoridades, teve como objetivo estimular reflexões
sobre a importância da Educação Física Escolar, o papel do professor
de educação física e o direito da criança a uma educação plena.

“A intenção do Conselho Regional de Educação Física de São Paulo
com essa atividade foi coletar dados que servissem de subsídios para a
elaboração de um documento que será encaminhado às entidades e aos órgãos competentes, como ministérios e secretarias de educação e de esporte”, afirmou o professor Hudson Ventura Teixeira, conselheiro do CREF de São Paulo e coordenador do fórum.

“O tema da educação física na escola está necessitando de um debate mais vigoroso. O Ministério da Educação está em dívida com a educação física escolar. Não há iniciativas específicas para a educação física, ela acaba sendo apropriada pelo Ministério de Esporte; e se faz novamente a identificação de educação física com o esporte, quando educação física não é só esporte. São necessários fóruns como este, que alcançam espaços além do acadêmico”, disse professor Mauro Betti, que ministrou a palestra de encerramento do fórum sob o título: Educação Física Escolar: perspectivas e desafios para a segunda década do século XXI.

A relação entre educação física e esporte também foi lembrada pelo presidente do CREF de São Paulo em exercício, Vlademir Fernandes, com uma ressalva: “O papel principal da Educação Física não é revelar atletas, mas formar pessoas; a participação em esporte de alto rendimento é uma consequência.”

Como disse Hudson, o documento resultante das reflexões realizadas nos
encontros poderá subsidiar autoridades e órgãos governamentais relacionados à educação e ao esporte na elaboração de políticas públicas. A necessidade da renovação da educação física e da interferência em políticas públicas foi consenso entre os participantes do fórum. Betti sintetizou
essa preocupação: “É preciso renovar a educação física e desenvolver políticas públicas em interação com a saúde, o lazer e a educação, para que essa área de ensino se sustente”.

Homenagem espontânea

Em determinado momento do fórum, quando o professor Hudson Ventura Teixeira expunha relato sobre a sua vivência profissional com a educação física, o plenário espontaneamente começou a aplaudi- lo. A manifestação de apreço durou aproximadamente 1 minuto. Professor Hudson é conhecido no meio esportivo e da educação como um abnegado que dedicou a
sua vida à melhoria da educação física escolar. A homenagem foi mais
do que merecida.

IR PARA O SUMÁRIO DESTA EDIÇÃO

PÁGINA INICIAL