Admiração pelas maravilhas do mundo submerso leva à prática do mergulho

Algumas pessoas acham que o nosso planeta deveria se chamar planeta Água, pois a maior parte da superfície da Terra é coberta por água. Mais curioso do que isso são as maravilhas que se escondem no mundo submerso. Há muita beleza e ainda muita coisa desconhecida nas profundezas dos mares. O mergulho nasceu da vontade do homem de conhecer e de explorar a vida marinha.
Corais, algas, peixes, cores, texturas, o mundo subaquático é um universo de seres e de matéria inorgânica, muito diferente das coisas terrestres. Um universo que chama a atenção do homem. Uma possibilidade de experiência e de contato com a natureza que os privilegiados mergulhadores tornam realidade.

PRÁTICA MILENAR

Não é possível precisar o início da prática do mergulho - algo quase tão antigo quanto o homem. Tem-se conhecimento que, há aproximadamente 6 mil anos, na Coréia e no Japão, já havia mergulhadores especializados em pegar pérolas no fundo do mar. Desde então, as técnicas de mergulho
foram sendo aprimoradas, em decorrência das necessidades do homem. Ironicamente as guerras contribuíram com o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dessa prática. Para resgatar armamentos eatacar o inimigo de surpresa, marinheiros criavam novos meios de mergulhar.
Mas foi na Idade Contemporânea, principalmente no século XX, que houve
um grande desenvolvimento de equipamentos de mergulho. Foram criados tecidos mais adequados, de borracha, e desenvolvidos novos aparelhos. Destacou-se a criação de Jacques Yves Cousteau, em 1943, do aqualung, que abriu caminho para a criação dos cilindros modernos.

CINQÜENTA ANOS DE BRASIL

No Brasil, o mergulho com equipamentos modernos tem 50 anos de idade. Há meio século, pilotos de companhias aéreas norte-americanas trouxeram os equipamentos. Nos anos de 1960, a prática do mergulho começou a se difundir e foram se estabelecendo as primeiras escolas. Formaram- se também os primeiros instrutores. Certificadoras internacionais chegaram ao país e as nacionais foram criadas. Hoje, o mergulho movimenta no país um vasto mercado de esporte e de lazer.

Equipamento adequado à prática do mergulho

Depois de fazer um dos cursos devidamente credenciados pelas instituições
internacionais reguladoras dessa prática recreativa e esportiva, o mergulhador deve adquirir o equipamento adequado às ações subaquáticas que vai desenvolver. O equipamento básico pode ser visto na foto abaixo.

CERTIFICAÇÕES: PRÁTICA SEGURA E LEGAL

Para ser mergulhador, você deve fazer cursos em escolas devidamente regulamentadas no país. A participação nos cursos, além do aprendizado
de técnicas e conceitos importantes para a prática de mergulho no território nacional, possibilita o conhecimento de procedimentos de segurança e habilita o mergulhador a atuar em todos as regiões autorizadas.
No Brasil, há várias escolas nacionais e internacionais de mergulho que possuem boa estrutura e experiência, com instrutores preparados e métodos
de ensino adequados.
Abaixo, citamos algumas delas (todas com home page com o próprio nome):

Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos (CBPDS)

Association of Diving School International (ADS)

World Confederation of Underwater Activities (CMAS)

International Association of Nitrox and Technical Divers (IANTD)

National Association of Underwater Instructors (NAUI)

Professional Association Diving of Instructors (PADI)

Professional Diving Instructors Corporation (PDIC)

Scuba Schools International (SSI)

Scuba Diving International & Technical Diving International (SDI/TDI)

Locais para mergulhar

O litoral brasileiro, de mais de 8.000 km de costa atlântica, possui inúmeros locais apropriados para a prática do esporte. Existem também muitas agências e escolas especializadas nesse tipo de turismo. Os preços são variados.As regiões de maior incidência de mergulhadores no Brasil são Abrolhos, extremo sul da Bahia, que conta com diversas grutas, barcos naufragados, grande concentração de corais, diversas espécies de peixes, crustáceos e moluscos, formando um cenário ideal para a prática de mergulho; e Fernando de Noronha, arquipélago do Estado de Pernambuco, formado por ilhas e ilhotas, um dos lugares mais bonitos do país, onde
há a concentração de golfinhos rotadores.

IR PARA O SUMÁRIO DESTA EDIÇÃO

PÁGINA INICIAL